Nome

E-mail

Telefone

Cidade/UF


Mensagem

Fale Conosco
Atendimento
Segunda a Sexta: 7h às 23h. Sábados: 8h às 14h.
Alguma Dúvida?
(32) 3216-2226 ou clique aqui e Fale Conosco

Cirurgias

Otorrinolaringologia

Cirurgia realizada para retirada da adenoide e das amígdalas palatinas.

Cirurgia realizada para a retirada da adenoide.

Cirurgia realizada para o tratamento da amigdalite de repetição. Retirada das amígdalas.

É utilizada principalmente para tratamento da sinusite crônica. Pode ser empregada, ainda, para tratar outras lesões como tumores, fístulas liquóricas e para controle de sangramento nasal severo, entre outros (obstrução das vias lacrimais, tumores de hipófise, malformações nasossinusais).

É realizada no tratamento da otosclerose (endurecimento do estribo – osso localizado na orelha média). É feita a substituição do estribo prejudicado por uma prótese com formato semelhante..

Cirurgia realizada para retirar os pólipos, nódulos (calos) nas cordas vocais.

Cirurgia realizada para retirar os pólipos nasais.

Indicado para correção de problemas estéticos e funcionais desencadeados por uma fratura nasal.

Consiste no alinhamento e/ou centralização do septo nasal através da retirada da cartilagem e do osso desalinhados ou em excesso.

Cirurgia é realizada para impedir o crescimento do Colesteatoma.

Cirurgia que reconstrói a membrana timpânica perfurada. Essa perfuração acontece principalmente quando a pessoa apresenta otite média, repetidas vezes, e porque algumas das infecções não foram tratadas corretamente.

(Para colocação de tubo de ventilação): Cirurgia indica para pessoas que apresentam otite média serosa, provocando o acúmulo de secreção dentro da orelha média. Na cirurgia, coloca-se uma prótese em formato de tubo para permitir o equilíbrio das pressões dentro e fora da orelha média. Essa cirurgia é realizada geralmente em crianças, por apresentarem otites médias frequentes.

Reduz o volume excessivo dos cornetos nasais.

Cirurgia realizada para tratamento de roncos e apneia do sono (curtas paradas respiratórias).

    Desde 1999, o Implante Coclear ou Ouvido Biônico, como ficou conhecido, é realizado no Brasil pelo SUS. Uma técnica inovadora, de alta tecnologia e muito eficaz, para quem não obteve resultados satisfatórios com o uso de aparelhos convencionais. No Implante Coclear são colocados dois componentes: um na parte interna do ouvido e outro na parte externa, que possui um microfone que capta os sons e envia ao componente interno que irá estimular as fibras através de pulsos elétricos codificados.

    O Implante faz com que os pacientes saiam do isolamento e voltem para uma convivência completa em comunidade. O novo mundo dos implantados permite: audição de sons cotidianos, compreensão e habilidades da fala, uso do telefone, percepção musical, ressocialização, além de outros benefícios.

    Pioneirismo

    A região da Zona da Mata, Sul e Sudeste de Minas conta com a cirurgia desde 2010, através da equipe multidisciplinar do Centro de Otorrino Dr. Evandro Ribeiro de Oliveira, sendo o único da região credenciado pelo SUS – através do Programa de Saúde Auditiva do Ministério da Saúde) a fazer o Implante Coclear. A cirurgia também está disponível aos pacientes de convênios.

    Os pacientes do SUS interessados em participar do Programa devem se inscrever:

  • Em Juiz de Fora: PAM Marechal – Rua Marechal Deodoro, 496, 3º andar, sala 308 (Setor de Órtese e Prótese).

  • Outras localidades: Secretaria de Saúde do seu município.

  • Documentos:
    • Xerox do RG ou certidão de nascimento
    • Xerox do comprovante de residência
    • Xerox do cartão do SUS
    • Xerox do CPF
    • Último exame audiológico
    • Solicitação médica de prótese auditiva.
Futuro Comunicação
Rua Catarina de Castro, nº 75, Morro da Glória - Juiz de Fora/MG.
CEP: 36036-060
Segunda a Sexta: 7h às 23h. Sábados: 8h às 14h.
Telefone: (32)3216-2226
Programa de Saúde Auditiva: (32)2104-4929 | (32)2104-4951 | (32)2104-4926